quinta-feira, 29 de outubro de 2009

Medo.


O post de hoje é bem clichê

Pra esclarecer melhor vamos direto ao ponto.


Dezoito anos, terminando o ensino médio e a pouquíssimos dias do primeiro emprego.


Antes de mais nada quero registrar aqui que eu consegui um novo emprego, o primeiro com carteira assinada, onde? (ah, preciso mesmo escrever?) no macdonald's (xiiii), ta eu sei é muito puxado, o salário é misero, mas eu não tenho lá muitas opções. Tenho que me virar com aquilo que apareceu, nas atuais circunstâncias eu não posso ficar escolhendo onde trabalhar.


Começo dia 15 de novembro, estou ansioso, e cheio de dúvidas e medos, conseguirei dar conta do trampo? E se der tudo errado?


É, eu sou dramático, ok. Continuando, ainda tem o caso da escola, fim do ensino médio...o que fazer depois? Eu sempre me considerei bem resolvido nessa questão doque fazer depois, porem ontem isso mudou.


Queria fazer ADM, mas segundo pessoas do ramo, exige muita dedicação e responsabilidade, sem falar que o dia-a-dia é bem monótono, sempre a mesma coisa, números, notas fiscais, computador, escritório...etc (chega cansei).


Refiz meus planos, quero fazer um curso técnico em turismo, trabalho durante algum tempo na área, e depois entro pra faculdade de Publicidade e Propaganda, ou Jornalismo, fazendo o que gosto, e o melhor, sendo pago por isso. Mas tem um probleminha, o abençoado medo outra vez, e se tudo der errado e eu não conseguir trabalho? Bom, cansei de ficar suposicionando o futuro, de ficar dando chutes sobre o que me espera. Vou mesmo é dar minha cara para bater, farei o que acho certo, ainda que seja o errado.


Ano que vem farei minha matricula em um curso técnico, sacrificando meu abençoado salário em estudos, quando aparecer oportunidades eu presto concursos públicos, e com muito luta e força de vontade eu me realizo. Me desejem SORTE.

quarta-feira, 21 de outubro de 2009

A sunga vermelha do Senador.


Oi pessoas.
Posto agora um artigo de opinião que fiz na escola como trabalho de literatura.

A sunga vermelha do SuperCY.

O desfile do senador Suplicy pelos corredores do senado nada mais é doque a queda definitiva daquilo que já não existi a muito tempo....O decoro parlamentar.


Avalio a cena cômica, como a falta de ética e respeito perante a sociedade a qual o senador representa, é a desmoralização para com o meio publico.

A mascará caiu. Eles não temem mais a verdade.

- Sim vocês nos deram seus votos, e nós? Ah, nós somos super heróis. Podemos tudo.

Quem é ele? Um pássaro? Um avião?

Não!

Ele é o SuperCY.




Arlan de Souza.
(Imagem: Roberto Stockert Filho / Agência O Globo - 15/10/2009)

quarta-feira, 14 de outubro de 2009

Fones de Ouvido...


...eles foram feitos para serem usados!

Creio eu ser de concordância geral que fones de ouvido tem como finalidade o uso, certo?

Errado, é só pegarmos um ônibus, metrô, ou entrar em ambientes públicos e popularmente coletivos para vermos a falta do uso dos nossos queridos amigos. Sinceramente eu não tenho nada contra, funk, rap, pop, ou qualquer outro tipo de musica, mas façam-me o favor.
EU NÃO SOU OBRIGADO A OUVIR O MESMO SOM QUE VOCÊ. Usa aquele troço chamado FONE DE OUVIDO, e ouça sua musica só para você, deixa para usar os alto falantes quando tiver em casa ou em um ambiente onde todos curtam o que você vai ouvir.

Precisamos respeitar o espaço do próximo, e antes que você deixe um recado me criticando eu confesso. Não, eu não sou perfeito, mas vamos colaborar .

Abraços.
 
Camaleão sentimentalista © Todos os direitos reservados :: voltar ao topo